top of page
  • Foto do escritorJuan Carlos Bondi

Tudo o que você precisa para viajar a Bariloche

Ir a Bariloche é sempre uma boa ideia. Uma cidade grande, cheia de vida e com milhares de atividades para desfrutar. No inverno você pode esquiar e beber chocolate quente. Para esta época do ano, a mala é grande, mas simples: roupas que permitem sobreviver ao frio. No entanto, o verão de Bariloche nos mostra outras facetas: trilhas, trekking, lagos, praias, florestas. Para estes meses, o que levamos na mala sem ter que carregar todo o guarda-roupa? Hoje, vamos ajudá-lo a preparar a mala perfeita, para que você esteja bem equipado com o que precisa.




A temporada de verão nesta cidade é caracterizada por temperaturas máximas de aproximadamente 29 graus, chegando a 8 ou 10 graus à noite. Ou seja, você pode facilmente estar de maiô durante o dia, mas tem que vestir um velo e uma jaqueta à noite. Não economize espaço com o casaco, passar frio é muito feio e nem vou te dizer se isso te impede de curtir umas deliciosas cervejas com seus amigos. Por isso, na sua mala não pode faltar um bom casaco, uns pares de meias, dois ou três casacos polares (dependendo do número de dias que for) e umas calças quentes.

Por outro lado, é importante que você use roupas confortáveis, pois há vários passeios para fazer. Vamos recomendar especialmente três excursões. A primeira é ao Cerro Campanario, um lugar onde você poderá contemplar, de longe, as melhores vistas da cidade. A caminhada até o topo é uma experiência muito agradável, desde que você tenha sapatos confortáveis, e se forem especiais para trekking é melhor. Outro lugar imperdível é a Colonia Suiza, que fica a cerca de 25 quilômetros do centro de Bariloche. As primeiras comunidades europeias se instalaram nesta cidade e a fachada dos primeiros edifícios ainda está preservada. Foi até declarado patrimônio histórico. Além de visitar o Museu de los Viejos Colonos, a capela e suas casas de chá, aproveite que você está no verão para ir a uma das praias do Lago Perito Moreno.

Por fim, a melhor excursão para fazer no verão é o Circuito Chico, ou seja, um circuito de aproximadamente 65 quilômetros que cruza o Parque Nacional Nahuel Huapi e o Parque Municipal Llao Llao. Partindo do centro da cidade, você passará pelo Lago Nahuel Huapi, Lago Escondido e outros, por várias florestas e também por cidades próximas a Bariloche. Pode fazer este percurso de bicicleta, de carro, com visita guiada ou de transportes públicos. Se você usar a linha de ônibus 20, você seguirá pela orla do Lago Nahuel Huapi, passando por várias florestas onde você pode descer para fazer algumas caminhadas, até chegar a Puerto Pañuelo. Várias excursões partem deste porto, como a Ilha Victoria, a Floresta Arrayanes e Puerto Blest.

Para poder realizar estas excursões em transportes públicos, não se esqueça do seu cartão SUBE (que você adquire nas estações de transporte público), e se o levar carregado, melhor! Embora seja sempre melhor caminhar para poder admirar a paisagem e se exercitar, há momentos em que você fica muito cansado. Por esse motivo, recomendamos que você tenha seu SUBE em mãos e, assim, pegue os ônibus para viajar com calma e sem gastar muito.

Para estas excursões, além de usar roupa confortável e leve, deve ter um bom calçado que lhe permita caminhar sobre pedras e que seja adequado para as subidas. Também é essencial levar uma mochila média com óculos escuros, protetor solar, chapéu e uma garrafa de água gelada. Se puder, leve uma garrafa de aço que mantenha fria para que você possa beber água fresca durante o exercício. Além disso, não se esqueça de levar seu chimarrão e uma boa garrafa térmica, ao chegar a um lago ou a um mirante nada melhor do que tomar um delicioso chimarrão enquanto aprecia a vista. Por último, não se esqueça de levar chinelos e roupa de banho para nadar nos lagos.

Você já está com as malas prontas, compre agora sua passagem com o melhor preço e voe para Bariloche com a FlyBondi.


Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page